A SEDE DO EPICENTRO CULTRAL ESTÁ DESATIVADA DESDE DEZEMBRO DE 2015.
NESTE MOMENTO, O ESPAÇO É O SELO EAEO

O Epicentro Cultural é um espaço de criação e circulação de artes visuais, música e atividades culturais. A casa promove apresentações de música autoral, exposições de arte, atividades educativas e outros eventos multilinguagem, incluindo performance e uma mostra mensal de audiovisual disparado em tempo real. Atualmente o espaço abriga um estúdio profissional de gravação que também funciona como palco, um selo, uma galeria de arte, um atelier aberto para desenvolvimento de propostas artísticas e oficinas, uma sala de pesquisa em linguagens eletrônicas e área externa para eventos, encontros e atividades abertas ao público.

Criado em 2011, o Epicentro Cultural foi concebido por um grupo de cinco artistas partidos da música, artes plásticas e eletrônicas. O espaço foi fundado com o objetivo de ampliar a participação de artistas no circuito cultural e artístico da cidade, visando atuar diretamente na difusão e suporte de atividades culturais interdisciplinares. Suas ações se dão dentro e fora de sua sede, localizada na Vila Madalena, tendo em vista a ampliação de sua atuação como veículo e produtora de bens culturais.

A proposta do espaço é abrigar e disseminar a produção de artistas atuantes em diferentes linguagens, promovendo a convergência de seus trabalhos na casa. Possibilitando a convivência de criadores com pesquisas e suportes distintos, o Epicentro Cultural busca, através da criação conjunta, contribuir com a diversidade e plenitude de expressão.

 

As linhas de atuação do Epicentro Cultural são:

AVAV
AUDIOVISUAL AOVIVO é um mostra mensal, brasileira, de manipulação de imagem e som em tempo real. Há três anos vem fortalecendo o circuito nacional de audiovisual aovivo, gerando um mapeamento da produção de artistas ligados às várias vertentes da performance audiovisual em tempo real, com o objetivo, em parte já alcançado, de documentar amplas manifestações artísticas, efêmeras e imateriais. Mais de 124 artistas já manipularam suas obras aovivo, exibidas em São Paulo, Paris, Lisboa e com participação confirmada na Bienal de la Habana-CUBA, em maio de 2015.
Direcionada a artistas visuais, sonoros, performáticos, criadores e pesquisadores audiovisuais de manipulação de imagem e som em tempo real.
Inscrições abertas.

EDUCATIVO
Educar é despertar o poder do outro. Pretendemos que nossos alunos desenvolvam a prática baseados na teoria e na experiência. O Educativo do Epicentro Cultural promove a produção autoral de artistas de todas as idades, junto com pequenas mostras e oficinas. Conta com espaço de atelier e ambiente de experimentação investigativa, ambos voltados para o desenvolvimento de diferentes técnicas artísticas.

ESTÚDIO
Além de contarmos com 24 canais analógicos, os melhores equipamentos de áudio profissional disponíveis no mercado e uma sala acusticamente ideal, o estúdio é também um palco elevado sobre um ambiente com arquibancada, pista e bar que comporta até 120 pessoas. Por meio de uma parede de vidro, o público compartilha da experiência criativa dos artistas. Já passaram por aqui nomes como Jorge Mautner, D.H. Peligro (Dead Kennedys), Tom Zé, M. Takara, Cólera e Chimpanzé Clube Trio, entre tantos outros.

Há ainda a possibilidade de exploração simultânea de outras linguagens, como projeções de vídeo, cenografia e performances ao vivo. Com tantas alternativas sonoras, plásticas e inventivas, o resultado é a criação de um registro singular, tanto musical quanto visual, que acompanha a personalidade dos artistas.

GALERIA
A Galeria de arte do Epicentro Cultural é um espaço aberto para o novo, pronto para receber artistas jovens e experimentadores de linguagens, propondo sua coexistência com artistas maduros e já consagrados no mercado e no circuito artístico da atualidade. O espaço também é aberto para discussões com pesquisadores e pensadores de arte contemporânea e bate papos com artistas, pretendendo acolher produções relevantes e provenientes de artistas com diferentes influências e meios.

SELO
Para além das fronteiras entre estilos musicais, nichos ou cenas, o objetivo é criar obras de grande qualidade, o que transcende conceitos excessivamente estreitos. Aproximamos o artista a todos os níveis da criação: gravação, show, pós-produção, ilustração, design, distribuição, divulgação e qualquer outra etapa, prevista ou não, que dê vazão e apoio à sua criatividade.

Além do material gravado ao vivo no Epicentro Cultural, os artistas escolhem se desejam lançar outros materiais pelo Selo. Tampouco oferecemos um roteiro fechado, ao qual todos os artistas devem se adequar. Cada proposta ou ideia é sempre discutida entre o artista e o Selo, e o resultado desse diálogo é que determina o formato.

 

O Epicentro Cultural é: Astronauta Mecanico, Bianca Coggiola, Binho Miranda, Cassiano Reis, Danilo Dilettoso, Felipe Crocco, Foguinho Nomade, João Noronha, Mariana Coggiola e Marjorie Reigota.

logo_epi_padrao_site